VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA.

Olá queridos, como prometi vou postar alguns trechos do diário de uma mulher  que viveu esta situação de humilhação.

Outubro de 2010, dia 14.
Ele chegou do trabalho por volta das nove. E como sempre me ignora. Fica na sala até tarde e quando chega no quarto desmaia na cama.
Nem uma palavra, como gostaria que me perguntasse como foi o meu dia, o que fiz, se preciso de algo. Nada, nem um carinho, quando fala é para fazer reclamações disso ou daquilo. Me sinto a empregada da casa...

.Dia 16...
Ele chegou do trabalho eu o beijei, ele me olhou desconfiado depois do jantar fui estudar no quarto.
Ele na sala, mais tarde  veio até mim .
__Já vais dormir?
__ E o que mais posso fazer?
Foi o suficiente para ele ficar zangado, voltou para sala.
Quando veio dormir fingiu que eu não estava ali. Me sinto tão pequena, tão insignificante, acho que já não sou atraente. Será que tem outra mais jovem mais bonita?
Tentei conversar me sinto tão só, mas ele já não me ouvia porque já pegara no sono.
Pensei, mais uma noite de solidão, não resisti e o acariciei no sexo ele não reagiu, desisti.
Acariciei meu próprio sexo, quente úmido e vazio... Também desisti seria justo comigo?
 Chorei me sentindo a pior das mulheres, nem sei se ainda sou mulher.
Isso me destrói a alma sinto uma revolta tão grande que chega a doer fisicamente. E me pergunto porque me submeto a isso?
 E não sei responder.

Nunca sabemos, pois com o tempo nos acostumamos a situação de maneira doentia. Aí a auto-estima já não existe. Existe apenas um ser subjugado, manipulado e carente.
 E a capacidade que uma pessoa tem de confiar em si própria, de se sentir capaz de poder enfrentar os desafios da vida, e saber expressar de forma adequada para si e para os outros as próprias necessidades e desejos, ter amor próprio fica quase impossível vivendo tal situação ao logo de anos a fio.
Deixemos nestes termos esta história, no próximo poste saberemos mais sobre a batalha diária desta mulher em busca de amor.


Bjos carinhosos!!!



1 comentários :

  1. Com certeza muitas mulheres irão se identificar com estes textos. Estou espewrando por mais e logo!

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.