VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA.































Olá queridos,
Trago hoje algumas informações e o último post da série,


02/03/2011 - Câmara aprova projeto que proíbe revista 
íntima de mulheres
A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que
 proíbe a revista íntima de 
mulheres em empresas e órgãos públicos.
 A multa é de R$ 20 mil para quem descumprir a 
norma e de R$ 40 mil em caso de reincidência. 
De autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), 
o projeto segue agora para o Senado
 





















01/03/2011 - Para brasileiras, 
violência doméstica tem aumentado
Pesquisa nacional do DataSenado revela que 66% 
das brasileiras acham que a violência doméstica e familiar 
contra as mulheres aumentou; mas, ao mesmo tempo, 60% 
acreditam que a proteção contra este tipo de agressão melhorou
 após a criação da Lei Maria da Penha











Em entrevista ao caderno Aliás, a pesquisadora
 Wânia Pasinato,do Núcleo de Estudos da Violência da
 Universidade de São Paulo, fala sobre a cena
 que mostra a escrivã acusada de corrupção sendo 
revistada e desnudada 
à força por policiais da corregedoria e sobre a discriminação vigente nas
 corporações policiais













24/02/2011 - Busca por informações sobre
 Lei Maria da Penha 
representa mais da metade dos atendimentos
Dados da Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180, da SPM, 
mostram que de janeiro a dezembro do ano passado foram registrados
 734.416 atendimentos, um aumento de 82,8% em relação ao ano anterior.
 Busca por informações sobre a
 Lei Maria da Penha correspondeu a 420.313 ligações









24/02/2011 - Repercussão sobre violência policial
Após a ampla divulgação das imagens da agressão 
sofrida pela escrivã, diversas pessoas e entidades 
se manifestaram sobre o caso.
 As ministras Iriny Lopes (SPM) e 
Maria do Rosário (SDH) 
divulgaram notas de repúdio e a delegada
 Maria Inês
 Trefiglio Valente foi transferida da diretoria da
 Corregedoria Geral da Polícia Civil para a Delegacia 
Geral de Polícia Adjunta


















24/02/2011 - Juiz afastado por chamar
 Lei Maria da Penha de 'diabólica' voltará ao cargo
O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, 
suspendeu a decisão
 do Conselho Nacional de Justiça que afastou por dois anos
 o juiz Edilson Rodrigues por ter dado declarações 
contrárias à Lei Maria da Penha e às mulheres.
 Em 2007, Rodrigues chegou a classificar a
 legislação que combate a violência contra a mulher como "diabólica"















 liberdade a acusados de matar Mércia
Por maioria de votos, a Justiça de São Paulo 
voltou a negar nesta quarta-feira 
um novo pedido de liberdade ao advogado
 Mizael Bispo de Souza e o vigia Evandro Bezerra Silva, 
acusado de envolvimento na morte da advogada 
Mércia Nakashima, em maio de 2010. Eles permanecem foragidos








Uma em cada quatro mulheres que deram à luz em hospitais públicos
 ou privados relatou algum tipo de agressão no parto, perpretada por 
profissionais de saúde que deveriam acolhê-la e zelar por seu bem-esta




















 5 mulheres espancadas:
Apesar de chocante, o número vem caindo nos últimos anos -
 eram 8 há uma década. A projeção foi feita pela
 Fundação Perseu Abramo, em parceria com o Sesc, 
na pesquisa "Mulheres brasileiras e gênero nos
 espaços público e privado", realizada em 2010. 
O estudo mostra também que 8% dos homens
 admitem já ter agredido a companheira


















Fevereiro de 2011, sexta- feira.





Ele chegou as quatro da manhã...
Fui verificar a camisa e encontrei uma mancha de batom, nunca odiei tanto batom como naquele instante.
Desabei, confirmar uma uma suspeita, nada mais doloroso, humilhante...
Com uma força que não sabia que tinha desta vez eu o arranquei da cama aos berros.
_ O que significa isto? é fruto da minha imaginação?
_ Eu posso explicar, foi uma funcionária que...


Não ouvi mais nada, já sabia que seria mais uma mentira, mais uma desculpa.
Aquela noite decidi acabar com tudo, saí de casa...
Hoje moro num abrigo o que perdi nada significa diante do que ganhei.
As marcas ficaram e acho que nunca se apagarão, mas vou tentar recomeçar...


Bem meus queridos isso foi apenas uma pequeníssima parte da vida dessa mulher e como ela tantas neste instante que você lê, está sendo agredida de uma, ou de outra forma, deixo aqui o espaço para você mulher, que queira compartilhar conosco sua história.
Entre em contato.
ahtange@hotmail.com Terei prazer em postar sua contribuição.
Bjinhos carinhosos.





2 comentários :

  1. Olá, minha querida amiga!

    Excelente a postagems sobre a violência, acho que as medidas e leis de hj a disposição da mulher é uma vitória de anos, que se vier aliada ao aeu amor-próprio será sem dúvida um SUCESSO!!!

    Bjs.bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá querida, acho que o maior entrave é o medo que a vítima tem de denunciar e a dependência afetiva e material que ela tem do agressor.
    Bjo.

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.