Cicatrizes na alma....

Eu costumo dizer que as cicatrizes da alma, essas são indeléveis.
Uma pessoa especial certo dia disse para mim. " Pedras e paus podem ferir mas, somente palavras deixam "MARCAS INDELÉVEIS". Que verdade contundente e irrefutável.
A maioria das pessoas preocupam-se e chocam-se ao ver uma mulher com o olho roxo, a boca quebrada ou qualquer outro ferimento de ordem física, não estou a dizer que não são aterradores mas, passando alguns dias o hematoma some, os ferimentos cicatrizam e todos esquecem... Esquecem-se também do que ficou na alma, as palavras as atitudes que ficam ali pra sempre.
E você fica aprisionada pela indiferença, abandono e omissão...
A grande maioria dos homens especialmente os casados, acham que pagar as contas e por comida na mesa ´e tudo que uma mulher precisa para manter um casamento.
Ledo engano...


__ Meu marido sempre foi omisso, ausente, desinteressado...
Quantas vezes ansiei  por uma mensagem carinhosa no meio do dia, uma ligação, um simples oi como você está ? A noite, um como foi seu dia? Muitas vezes quando eu ligava para ele no trabalho, me tratava mal, nunca podia falar sempre ocupado demais para me dar atenção. Um  belo dia me deparei com o homem dos meus sonhos, resisti mas, cada dia me perdia mais e mais na solidão, no abandono e me via obrigada a me refugiar no amor que me era oferecido despretensiosamente. Eu me via empurrada para aqueles olhos, que me ofereciam um mundo de promessas e amores e felicidades... Aquele sorriso dava pra encher o universo, e o mel nas palavras adoçavam minha vida tão insignificante para o meu marido.
Ele se preocupava comigo, se interessava por detalhes que até para mim  eram triviais. Ele passou a fazer parte de mim de uma forma muito especial, mesmo sem me possuir fisicamente eu era mais dele do que do meu marido, e ele era meu porque se doava se dava, se entregava a mim, ao meu amor.
Nunca havia sentido aquela forma de amor, o amor que cuida que se doa, que a felicidade do outro se torna a nossa felicidade pelo simples fato de amar incondicionalmente.
Jamais me senti tão amada, cuidada  e importante para alguém. Ouvi-lo dizer __ Tu ´es o meu mundo, como te amo.
Como não me apaixonar? Era disso que eu precisava, quis isso do meu marido mas, ele não me via.
Disse Alessandra via e-mail.  Mas, com R. Foi diferente.
__ Passei anos vivendo nas sombras, eu era apenas a pessoa que lavava passava e cozinhava, cuidava da casa, dele e dos filhos. Perdi o vicio, a beleza, a juventude e a vontade de viver. Hoje sou depressiva e morro todo dia um pouquinho, cada vez que sinto um perfume diferente na camisa dele, uma mancha de batom que não uso já nem lembro desde quando. Não digo nada, apenas choro e me escondo como num poço sem fundo. Não sinto mais prazer pela vida.  
Como podemos perceber a dor  da alma ´e constante, lancinante, destrutiva, corrói  e mata.
Muitas mulheres hoje vivem em situação de violência doméstica, em circunstâncias diversas mas, com a mesma dor.
E essa mesma mulher cria seus filhos nos mesmos moldes do marido, e este quando adulto vai fazer outra mulher sofrer a mesma dor.
MULHERES!!!! HOMENS!!! Vamos acordar para esta realidade e mudar esse contexto.


Texto de Ahtange

2 comentários :

  1. Nossa amiga eu to amando seus textos, muito profundo e verdadeiro infelismente isso acontece nos dias de hoje.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Puxa vida!!! Que felicidade ter você por aqui, obrigada pelo carinho volte sempre terei muito prazer em receber você.
    Bjos!

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.