O mar e eu....

Levada pelo doce enlevo do cheiro do mar....
O balanço da embarcação embala também minha saudade.
Ao longe a ilha, mar aberto, vislumbro o horizonte....
Vejo teus olhos, teu sorriso doce.... Lembro e ouço o som da tua voz ao meu ouvido.
No peito a saudade dói tanto...
O vazio... Por um instante olho fixamente o mar, lá embaixo sinto vontade de por ele me deixar acolher em suas ondas e banhar-me no esquecimento, para desta saudade fugir....
Quero no mar me deitar...
Em seus braços me deixar aquecer em águas profundas, submersa, escondida para que não mais me encontre esta saudade... Este vazio esta falta de você meu anjo.
Escondida no mar hei de te encontrar meu doce anjo para de ti nunca mais me separar.
Pra sempre tua flor do Brasil

3 comentários :

  1. Lindo Ahtange, amo suas poesia. Vou te manda um email te contado algo, já era pra ter te mandado mas estava viajando, te mandarei em breve.
    Parabens estou amando teu romance,
    Beijos no seu coracao.
    Evany.

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema e doce como suas palavras beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Enany senti muito sua falta bjos linda.

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.