Se....


Quando eu morrer
Nem vela
Nem flôr
Nada me enche
O vazio
Da ausencia
Do teu Amor.
Ausencia
Que me seguia
E perseguia
Qual fantasma
Que não via
Mas pressentia.
O magnetismo
Do teu Amor
Mesmo ausente
Encheu-me e ainda
Foi o meu polo norte.
E nessa ultima viagem
Estara presente
Para alem da morte.
Vou cheio de ausência
Se do teu amor
Não tive a felicidade!!!
No entanto
Vou cheio de pranto
E de saudade.
Amen.
23/08/2011
JC

2 comentários :

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.