No convés...

A embarcação vai aos poucos se afastando do cas...
Gostosa sensação de liberdade.
Como se tudo ficasse para trás... O mar, meu eterno companheiro. 
 Por algumas horas abriga meus sonhos e suspiros mais profundos.
Aqueles segredados apenas as estrelas e a lua....
Encostada a grade, vento nos cabelos revoltos, sol aquecendo a pele, despertando calor.
Por um instante fecho os olhos me deixo embalar...
Pelo cheiro do mar... A ti, volto a encontrar... Amar.
Teu cheiro vem a mim, misturado ao cheiro do mar...
Em mim impresso... Desperta meu desejo... 
Saudades, momentos vividos e pra sempre lembrados, acalentados pelo cheiro do mar...
Sinto você aqui, saído do mar, pele bronzeada ,  olhar sedutor me envolve em teus braços.
Ali me deixo  outra vez amar... 
Envolvida, imersa em você trazido a mim... 
Pelo cheiro do mar.
Abro os olhos e você não está... 
Uma lágrima  flui do olhar, levada pelo vento, no mar volta a  te sepultar. 
E a me ferir, as entranhas rasgar e  me faz desejar... 
No mar me jogar em busca de ti... 
Sonho perdido, mas jamais esquecido, ainda que levado pelo mar.

Ahtange Ferreira

0 comentários :

Postar um comentário

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.