Preciso queimar a ponte....

Eu queria deitar no teu colo sem nada dizer apenas chorar... Sentindo teus braços a me Aquecer.... Tão frio sentimento de angústia e pesar e solidão...
Quero respostas que se existem não sei onde encontrar...
 Eu tenho que queimar a ponte 
Mas já percorri um longo caminho, deixei marcas... Olho para trás e não vejo como .
Palavras ditas, escritas... Lágrimas expressas em canções, melodias saídas da alma em memória de ti.
Agora é preciso queimar a ponte, ainda não sei como, apenas é preciso.
Na estrada que se desenha no horizonte da minha vida, já não posso em mim te levar, ficou demasiado pesado. 
Preciso te deixar agora, sem olhar para trás, sem me arrepender, sem querer voltar...
Tenho que queimar a ponte. Que me leva... Que me deixa... Que me liberta... Que me aprisiona. 


Ahtange Ferreira







0 comentários :

Postar um comentário

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.