Em que tempo te perdi?

O tempo meu algoz , não me faz sentir menos tua...
Não ameniza tua ausência...
Nem a minha dor e saudade... 
Ainda te espero.... De mala pronta... E peito aberto.
As vezes me pergunto se viverei sem teu amor...
Em que tempo te perdi?
Onde nossos caminhos se perderam?
Se pudesse, no tempo voltaria um milhão de vezes...
Exatamente ao instante que meus olhos cruzaram os teus a primeira vez....
Ah... Teus olhos...  Foi como ver o mar ao entardecer....
Me pergunto se algum dia outra vez me encontrarei...
Pois me perdi no tempo da tua ausência... Do teu abraço.
No tempo e no instante mágico da tua voz ao meu ouvido num sussurro de amor.
No tempo em que te amei... Me perdi...
Ah amado de minha alma... Em que  tempo me deixas-te?
Perdida no tempo em que tua presença já não existe....E eu? Se existo ainda sem ti?
Não sei... Cada dia sem ti sou ...
Uma lágrima que brota nos olhos cheios de saudade...
Um sorriso tímido de uma partida...
Um abraço não dado...
Um beijo sonhado...
Um suspiro...
Um grito...
Um silêncio...
Um adeus....
Um tempo perdido no tempo esquecido....
Ahtange Ferreira

0 comentários :

Postar um comentário

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.