Instantes de mim...

Me acorda...
Me sacode e trás minha alma para a superfície...
Grito... E só ouço o eco dos meus soluços.
Dói o silêncio a mim imposto pelo destino.
Custa-me aceitar... Quero acordar fugir...
Para onde?
Em todo o universo não há lugar onde eu possa me refugiar.
Do que eu quero fugir... Está dentro, impregnado em mim e dói até respirar.
Quero acordar... Sair de mim.
Ahtange 

2 comentários :

  1. Olá,
    passei para conhecer o seu blog,
    adorei aqui,
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita me deixa muito feliz.
    Espero que volte sempre bjos!

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.