Valorizando o Nacional....

Olá meus queridos!!!
Tempos atrás  enquanto andava meio perdida na blogosfera estava começando ainda, encontrei um nome que me chamou atenção por ser diferente. Dei uma olhada em seu perfil e passei a acompanhar mesmo no anonimato.
Tomei conhecimento de seu blog  e sempre que podia passava por lá e era sempre surpreendente, pois seus textos são nitroglicerina pura, ele é  surpreendente. Mesmo um assunto que seria corriqueiro, se analisado sob sua ótica, você já vê de outra forma. Sob outro prisma e de uma criticidade incrível.
Começamos uma amizade e a medida que o conhecia mais encantada ficava com sua escrita.
Além de tudo se mostrou uma pessoa íntegra de princípios e alguém que tem opinião própria e não gosta de "mimimis", ele é bem direto e objetivo, sua escrita é realista e cortante, sempre que o visito volto com um aprendizado e isso é muito bom.  Para minha sorte  ele me deu a honra de ler seu livro 11 NOITES INSONES, e confirmei o que já imaginava.
Ele é jovem, mas de uma maturidade, força e sinceridade fora do comum, eu sou super fã e tenho aprendido muito com ele e seus escritos. 
Hoje para que possam conhecer um pouco mais sobre esse talentosíssimo autor trago uma pequena entrevista que ele gentilmente me concedeu.
                                Este é  Christian V. Louis, autor de 11 noites insones,
Um livro que te faz refletir muito. Eu recomendo.
Vamos conhecer um pouco mais desse autor maravilhoso e que precisa ser divulgado e valorizado. Eu particularmente me sinto muito feliz por chamá-lo de amigo e por ter tido a oportunidade de conhecer sua obra.
  
Sinopse:
Durante alguns anos, a família de Laura estava habituada a abrigar jovens católicos que faziam intercâmbio por intermédio de Padre Michael para estudarem por um ano nos Estados Unidos. Em um casamento em crise e desenganada pelos médicos após um tratamento doloroso que durou dez anos, Laura achou que seria uma boa oportunidade para esquecer dos problemas abrigar mais um deles. O que nem ela e seus familiares esperavam era que, Gerard, o jovem canadense a ser acolhido, de católico não tinha nada. Um exímio desenhista, Gerard além de ter a excentricidade em sua aparência, a carregava em todo o seu ser, juntamente com um segredo muito forte que daria uma reviravolta na vida daquela família. Do mesmo autor de “Irrealidade Virtual”, Christian V. Louis traz em seus escritos uma obra de drama, sensualidade e mistérios, que são desvendados pouco a pouco durante episódios únicos em um período de 11 noites insones. 


Vamos a entrevista!


Ahtange F.    Olá, fale um pouco do jovem por trás das letras.


Christian: Não há muito o que falar. As pessoas falam, imaginam, mas não sou nada do que me chamam como "culto", "enigmático"...  Até de "gênio" e "prodígio" já fui chamado e francamente não compreendo. Apenas por que publiquei um livro rapidamente? Livro o qual a maioria das pessoas que fazem estas deduções sequer leram para avaliar se é ou não uma boa obra?
Eu não sou de falar de mim. E não sou a favor da modéstia, que em meu conceito é uma forma de arrogância camuflada. Sou uma pessoa normal, como qualquer outra e tenho meus motivos para prezar por minha privacidade. Levo para minha vida literária a sabedoria de Oscar Wilde: "O objetivo da arte é revelar a arte e esconder o artista".

Ahtange F. Porque você decidiu pela publicação independente?


Christian:  Pressa. rs. A sério, eu tive a sorte de encontrar uma pessoa que muito me auxiliou com informações sobre o mundo literário atual e hoje considero meu braço direito, sempre ouço o que tem a me dizer e se considero um bom conselho, aceito. Não me agrada a burocracia e a exploração que há na maioria das editoras grandes as quais tive conhecimento. Não tentei sequer um contato direto, sabia que não valeria a pena. Se fosse aprovado não receberia nem 10% do valor de cada venda.
Alguém que trabalha no ramo me informou que eles recebem uns 200 originais por dia e muitos autores recebem devoluções de seus originais sem ao menos serem lidos. Uma rejeição as cegas, seja pelo gênero ou pelo simples fato dos títulos não lhes parecerem atrativos. Pensei por que perder mais tempo. Escrevo desde a infância e nunca quis pedir nada a minha família. Esperei atingir a maioridade para registrar meus escritos sem depender da autorização de ninguém e não queria esperar mais, muito menos pagar uma fortuna por editoras menores as quais estas sim, tive contato, mas exigiam uma quantidade X de exemplares para imprimir, sem se responsabilizarem pela distribuição. Não queria correr o risco de muitos novos autores de tais editoras onde li desabafos em blogues por estarem com caixas e caixas de suas obras impressas dentro de casa, sem conseguir vender a metade ou tendo que pagar para ter uma noite de autógrafos.
É verdade que há algumas que facilitam e aceitam tiragens pequenas, entretanto, me foi apresentado o modo independente de publicar e concluí que seriam gastos desnecessários. Sou um autor novato, não tenho renome, o tempo dirá se darei certo ou não. Por enquanto, posso dizer que estou satisfeito com a publicação independente. Recebo uma porcentagem justa, visto que não gasto diretamente com as impressões e consigo revender todos os exemplares que arrisco em adquirir e colocar em consignação, fora as vendas direto pela internet. Posso não ter um best seller, mas tampouco estou ficando no prejuízo.

Ahtange F. Como você se define como autor?


Christian: Creio que não cabe a mim me definir como autor, mas quem me lê. Posso definir como gosto de ler e escrever. Gosto do realismo, sou um autor muito calcado na realidade. Não me atrai escrever sobre elfos, gnomos, vampiros que se transformam em fadas com a luz do sol, entre outros. Nada contra quem gosta, respeito e até escreveria uma história de vampiros se não tivesse sido tão banalizado como está. Reconheço a importância da literatura fantástica, o único que me preocupa é que pessoas estão deixando de dar importância as obras realistas e se alienando nestes mundos encantados. Em minha opinião o leitor deve ter um equilíbrio entre a realidade e a ficção. Eu leio literatura fantástica, adoro Stephen King e Clive Barker, porém, não vou ler apenas histórias de suspense e terror por causa disto.

Ahtange F. Quando e como você se descobriu escritor?


Christian: Aconteceu muito espontaneamente que não poderia citar uma data, posso descrever apenas como. Eu tive a sorte de ter um pai que me alfabetizou e me influenciou a leitura de um modo único. Contudo, escrever foi uma atitude que partiu de mim, já não me bastava apenas ler as estórias de outros autores, queria criar as minhas.

Ahtange F.11 noites insones, é um livro relativamente curto, porém com um desfecho surpreendente e para mim arrebatador. Conte-me sobre seu processo de criação.


Christian: 11 Noites Insones foi algo que simplesmente aconteceu. Não era nenhum dos livros que já estavam planejados para ser publicados. Foi uma ideia que me surgiu de repente e que foi escrita realmente em 11 noites insones e alguns intervalos que tive entre elas, ou seja, o leitor lê um livro como se estivesse acompanhando meu processo de escrita em tempo real. Concordo que o desfecho é o ponto mais forte e imprevisível da obra.

Ahtange F. Existe uma influência especial em sua forma de escrita? Ou você é um espírito livre no momento da criação?


Christian: Eu não acredito que um autor não tenha uma referência para escrever, porque para escrever bem, é preciso primeiramente ler muito. Portanto, mesmo que não se tenha nenhum autor em especial para se inspirar (o que acho raro), é impossível que não se pegue uma influência daqui ou dali.
Eu sempre gostei de Dumas, Edgar Allan Poe, Bram Stoker, a obra que mais me fascinou e reli diversas vezes foi O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde, contanto, eu não me atreveria a comparar meu modo de escrever de forma alguma ao deles, porém, não acredito neste espírito livre de criação. Tudo o que escrevi teve um referencial ou uma mistura de influências do ambiente em que estava e o que lia no momento.

Ahtange F. Como você vê a parceria entre autores e blogs?


Christian: Eu não consigo mais ver separação entre ambos. A blogosfera é essencial na divulgação de um autor, seja com uma resenha, seja uma entrevista... Precisamos deste meio de divulgação que, infelizmente, ainda está caminhando a passos um pouco lentos. Há resenhistas que só podem resenhar autores os quais são de editoras parceiras, outros não aceitam e-books, o que dificulta um pouco o autor independente. Mas com certeza a parceria entre autores e blogues é imprescindível.

Ahtange F. Seu blog tem muitos textos polêmicos e impressionantes, muito verdadeiros. O conto Sessão de Fotos é impactante principalmente pela forma que você constrói os personagens e não pude deixar de observar o vocabulário forte e real que particularmente gosto em determinados contextos. O que te levou a criar este conto? Fale mais sobre ele.


Christian: Os Escritos Lisérgicos é o meu espaço, como se fosse meu quarto virtual, onde faço o que quero e na hora que quero. Há gente que considere alguns temas ali debatidos polêmicos. Eu, particularmente, nos últimos tempos não tem me agradado muito este rótulo, prefiro chamar de textos instigantes, que falam sobre assuntos que as pessoas não gostam de tocar ou preferem ignorar, tal como o próprio Sessão de Fotos que você mencionou. Tudo o que escrevo tenho a intenção de impactar o leitor, a imprevisibilidade, os fatos, gosto realmente de trabalhar de modo realista e em Sessão de Fotos o vocabulário não poderia ser diferente por se tratar de um tema como a pedofilia. Era  preciso escancarar mesmo na cara do leitor ou não teria o efeito que teve. O que me levou a criar este e outros contos e crônicas são fatos da vida real, nunca escreveria sem uma base do que já tenha visto ou passado. O que escrevo é baseado sempre em histórias que ouvi de pessoas conhecidas, ou que presenciei e até mesmo histórias que eu vivi. Tenho o hábito de dizer que se quiserem me conhecer, que leiam meus escritos, eles falam muito mais sobre mim do que eu mesmo poderia fazer.

Ahtange F. Sob sua ótica como vem se desenhando o panorama da literatura nacional?


Christian: Sem demagogias, eu tive o prazer de ler e conhecer virtualmente novos autores nacionais que escrevem de modo surpreendente, este é um ponto muito positivo da nossa literatura. Mas infelizmente eu não posso deixar de comentar sobre o lado negativo que é: muitos escritores para poucos leitores. Acho lamentável que em nosso país ainda exista este preconceito com novos autores, que os leitores dêem prioridade a literaturas estrangeiras que por vezes nem são grande coisa, apenas por serem um modismo. Muitos destes leitores não imaginam a riqueza de cultura que estão deixando de adquirir ao rejeitar os novos autores nacionais.

Ahtange F. Quais os seus futuros projetos?  Deixe-nos suas considerações.


Christian: Tenho seis, em verdade, sete... Sete livros prontos para serem publicados. Um está sendo revisado e será uma coletânea de contos dos Escritos Lisérgicos com parceria de alguns seguidores que escreveram junto comigo e será a próxima publicação. Os outros seis já prontos, estão sendo revisados e alguns terão que ser até mesmo reescritos em grande parte, afinal, quando se escreve com pouca idade não se tem o conhecimento que temos depois e há coisas que escrevemos e temos que corrigir para não soltar informações equivocadas ao leitor. Neste momento, estou sem muita pressa de publicação com exceção deste livro de contos. E estou escrevendo dois livros, ou seja, além dos sete, ainda há duas obras inacabadas.
As considerações que eu poderia me dar ao direito de deixar aos leitores é que cedam um pouco ao novo, que leiam mais autores nacionais, sejam eles independentes ou não. E aos autores, que procurem um bom revisor. Um bom revisor é aquele que vai corrigir apenas a ortografia e a gramática e nunca alterar as características do autor misturando as características dele. Isto destrói suas obras, pois as mesmas são parte de vocês e não pode haver intervenções em suas características que são únicas como suas impressões digitais. E se quiserem arriscar por uma publicação independente, sejam sóbrios. Não se entusiasmem comprando muitos exemplares, este é o momento onde o autocontrole é fundamental. Divulgue, se houver espaço onde possam divulgar como escolas, feiras de livros, invistam, façam cartazes, comprem os exemplares de acordo com as vendas por consignação e saibam usar a web como ferramenta para tornar suas obras conhecidas.
É isto. Muito obrigado parceira Ahtange pela oportunidade desta entrevista, eu já tive o prazer de ser leitor de seus escritos também bem realistas e os quais admiro muito. Você está entre os corajosos em meio ao fantástico mundo encantado da literatura. rs.
E finalizo agradecendo a todos que leram, que chegaram até o final deste post, que já adquiriram ou pretendem adquirir 11 Noites Insones e que estou sempre na expectativa de saber a opinião de todos os que se interessam em ler o que escrevo.

 Obrigada Christian pela entrevista sorte e muito sucesso.
Meus queridos visitem o blog do autor:  http://escritoslisergicos.blogspot.com.br/

Bjos e não esqueça de deixar seu comentário é muito importante.

44 comentários :

  1. Ahtange, eu agradeço, não somente em meu nome, mas em nome de todos os novos autores nacionais o espaço que você cede aqui.
    Também tive o prazer de ler seus escritos e vi que há algumas semelhanças com os meus, principalmente no fator de não hesitarmos em trabalhar a realidade na arte.
    Mais uma vez, obrigado pela oportunidade. Já registrarei no site da editora.
    Até mais!

    ResponderExcluir
  2. OLá Ahtange Ferreira, boa tarde!

    Creio ser a primeira vez que venho ao teu Blog, que de imediato me causou excelente impressão, e também admiração, pelo sério conteúdo.

    Li com alegria a entrevista com o amigo Christian, por poder conhecer mais um pouquinho esse blogueiro da nossa blogosfera.

    Que posso dizer eu, além da admiração que tenho por esse jovem escritor, pelos textos incríveis, com a franqueza e sinceridade com que ele se expressa sobre vários assuntos? - Que Christian V.Louis é dos poucos em nossos espaços virtuais, que conseguem passar para o leitor que o acompanha,dignidade e autenticidade, sem sombra de dúvidas!

    Parabéns Ahtange Ferreira, por teu blog, e pela entrevista que conduziu com leveza e inteligência!

    Parabéns ao amigo Christian, por suas respostas, com as características que admiro sempre em você!

    Feliz final de semana pra todos nós!
    Bjos da Lu...

    ResponderExcluir
  3. O Christian é irritantemente sóbrio! #Fato

    Eu sempre admiro essa característica dele, quem para e ler o que ele escreve se surpreende com a enfase em experiencias reais e possíveis, ele gosta de colocar em evidencia o cotidiano o que não deixa de ser um exercício muito difícil.


    E sim, parabéns pela iniciativa de divulgar os bons autores!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Ahtange!
    É um prazer conhecer o seu blogue!
    O Christian é bastante jovem, mas tem uma maturidade incrível e eu também aprendo muito com os seus escritos, principalmente sobre a grande responsabilidade que possuímos como blogueiros (coisa que, confesso, antes achava ser apenas um passatempo).
    Excelente a sua entrevista. Perguntas que propiciaram respostas muito interessantes, com ótimas dicas para escritores que estão começando agora, mas também para os leitores, que precisam aprender a valorizar mais os talentos nacionais. Parabéns!
    Um grande abraço a você e ao Christian!

    ResponderExcluir
  5. Olá, sou Ivani, e compartilho com você a admiração pelo Christian.
    Somos amigos a pouco tempo, mas o suficiente para admira-lo e respeita-lo como escritor.
    Apesar de muito jovem, trata-se realmente de uma pessoa adorável, delicado e sincero.
    Costumo dizer a ele que o que me encanta é sua lucidez.
    Veja bem, sou uma mulher de outra geração, avó de seis netos, e vejo no Christian muita coisa que gostaria de ter sido em minha juventude.
    Fiquei feliz em ler sua entrevista, e ela veio apenas melhorar (se é que é possivel) a minha admiração por ele.
    Beijos para os dois e parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu ou suspeita em falar porque gosto muito do estilo do Christian na escrita, acompanhando primeiro suas postagens do blog e comentários em outros espaços e agora, conhecendo seu livro. Fala de forma franca e com personalidade. Fiquei surpresa em saber que já há sete obras escritas, e concordo que é importante a revisão da escrita, acho que é um processo interessante mesmo para autores experientes. Gostei muito, é claro, de estar aqui, e parabenizo a entrevistadora pela iniciativa. Quem sabe através de pequenas iniciativas como essa a literatura nacional não acaba deslanchando? Um abraço aos dois!

    ResponderExcluir
  7. Conheço a blog do Christian a pouco tempo, mas desde a primeira vez que entrei lá e li o que ele escreveu.. achei uma pessoa especial.. que nos passa verdade..
    Todo sucesso é merecido pela pessoa que ele é..
    Parabéns Christian.. e parabéns Ahtange

    Sheila

    ResponderExcluir
  8. Boa noite! Tudo bem? Em primeiro lugar, parabéns pela condução da entrevista.

    Em segundo lugar, gostaria de corroborar com você a percepção que tenho do Chris,como um escritor que é lógico e prima pela objetividade, sem permitir margens apenas para ser agradável.


    Em terceiro, sublinhar par o Chris, a minha admiração pelo empreendedorismo literário, ousadia, lucidez e divulgação da sua conexão com as editoras. Entendo que suas informações ajudarão outros escritores para minimizar as políticas desleais do meio.

    Parabéns para os dois!

    Lu

    ResponderExcluir
  9. Oi Chris, eu é que agradeço pela gentileza, amizade e aprendizado que tem me proporcionado com seus escritos. Foi um grande prazer desejo a você tudo de melhor.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Olá Centelha, seja muito bem vinda minha querida volte sempre terei muito prazer em recebê-la.
    Obrigada pelo carinho e quanto ao Chris ele é muito bom mesmo e o admiro muito.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Olá Pandora, bem vinda querida.
    E quer saber também acho kkk
    ele é incrível.
    Abraços !

    ResponderExcluir
  12. Olá Isa, seja bem vinda!
    O Chris é assim um autor ímpar em sua forma de escrita. E gostei quando citaste a nossa responsabilidade como blogueiros. No início eu só queria divulgar meu livro e a medida que fui tomando conhecimento da verdadeira dimensão disto tudo deixou de ser uma simples divulgação e passou a ser além de um prazer responsabilidade social, sim no sentido de apoiar e divulgar autores maravilhosos e que estão ai sendo desperdiçados. Eu li 11 noites insones e os textos que ele posta no blog e fiquei imaginado os diamantes que ele tem na gaveta é de fato uma pena todas essas obras não estarem já fazendo parte de nossas vidas.
    Obrigada querida um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Olá Ivani, bem vinda minha querida.
    A lucidez do Chris de fato chama muito minha atenção, sua forma de ver as coisas é realmente instigante ele nos ensina muito e eu também lamento que a grande maioria dos jovens da idade dele não usem a rede para o bem comum.
    Obrigada pelo carinho bjos!

    ResponderExcluir
  14. Olá Bia, seja muito bem vinda.
    Eu também fiquei surpresa e confesso, que surpresa maravilhosa saber que ele tem outros projetos os quais acredito serem ótimos e torço para que ele nos presentei com eles logo.
    Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  15. Olá Cozinha de Mulher, seja bem vinda ao meu cantinho.
    O Chris nos faz isso eu entro no lisérgicos para uma visitinha e fico horas por lá encantada com seus textos. Conhecemos não o largamos mais.
    Obrigada pelo carinho espero que volte.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Lu, seja muito bem vinda!
    Obrigada pelo carinho e fico muito feliz em ver que minha opinião acerca do Chris não diferente de tantas outras que o conhecendo sabem o valor de seu caráter, e força.
    Muito obrigada pela sua contribuição.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  17. Olá!Bom dia!
    Tudo bem, Ahtange?
    ...eu não poderia deixar de prestigiar meu parceiro de blogosfera, e conhece-lo um pouco mais fora do seu "quarto virtual" como ele gosta de chamar o Escritos Lisergicos.
    ... eu achei a entrevista muito bem conduzida, dando amplo espaço ao entrevistado, regra básica de uma boa entrevista, e as respostas do Christian não poderiam ser diferentes. Sempre lúcido, objetivo e sincero.Muito do que ele respondeu, eu já tinha conhecimento....pelos memes, nos grupos que participamos juntos, nas retribuições de visitas, nas redes sociais...
    ... e despertou a minha atenção e também a minha curiosidade, em saber mais de seus novos projetos literários...O Christian no contexto do empreendedorismo literário, protagoniza seus ideais, assume a responsabilidade pela construção de seu próprio destino, bem como ações para a divulgação dos autores nacionais no exercício de novas formas de
    solidariedade, parceria e cooperação,pois, penso que,
    não está mais envolvido apenas pelo aspecto pessoal, mas busca na medida do possível criar, agregar valor e dar sua contribuição...
    Meus parabéns e meus cumprimentos, a ambos:Entrevistadora e Entrevistado.
    Bom domingo!
    Beijos para você e um abraço para o Christian...

    ResponderExcluir
  18. Olá! Felisberto,seja bem vindo ao meu cantinho.
    Realmente você me deixou sem palavras
    obrigada pelo carinho. E eu também fiquei surpresa em saber das outras obras que ele tem guardadas, isto me fará divulgá-lo ainda mais, pois quero ver esses projetos que não tenho dúvidas quanto a serem ótimos.
    Abraços e volte sempre.

    ResponderExcluir
  19. Olá Ahtange!

    Tudo bem?

    Venho do blog do amigo Christian V. Louis, o entrevistado.

    Sou seguidora do blog dele há pouco tempo e gosto muito da maneira como escreve.

    Os meus Parabéns a ti pela excelente selecção e os meus Parabéns ao amigo Christian, que apesar de estar a dar os seus primeiros passos, penso que será um autor com muito sucesso.

    Boa sorte para ambos e muito SUCESSO também com as vossas publicações.

    Um beijo,

    Cris Henriques

    P. S. - Convido a quem quiser a visitar o meu blog, afim de conhecerem os meus escritos, pois tal como vocês estou a dar os primeiros passos como autora...

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Apesar de ainda estar conhecendo o Christian, posso dizer que ele é um rapaz que sabe escrever e já ganhou minha admiração. abraços e lindo domingo.

    ResponderExcluir
  21. Olá Cris, seja bem vindo.
    Obrigada pelo carinho vou lá te visitar.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Muito show a entrevista. Só reforça o conceito que sempre tive do Christian: uma pessoa sóbria e madura - até demais para a idade - que sabe o que quer e como fazer.
    Li o Onze Noites Insones e achei realmente surpreeendente, além de acompanhar o blog dele quase desde o início.
    Conheci seu blog, Athange, por causa do Escritos Lisérgicos, quando li sua entrevista lá, e só posso lhe dar os parabéns pelo conteúdo. Voltarei a ler seu blog mais vezes, com certeza!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Olá Barbie, bem vinda querida.
    Você logo vai se encantar como todos que o conhecem um pouco mais.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  24. Já fui no blog do Christian algumas vezes e me agradou muito sua escrita direta.
    Das vezes que visitou o meu blog sempre deixou comentários sinceros e críticos. Gosto disso.
    Já havia lido outro post sobre esse livro que ele publicou, mas ainda não o li.
    Concordo que há um preconceito com os novos autores nacionais. Parando pra analisar, minha própria lista de leituras tem mais autores estrangeiros que brasileiros.

    Parabéns ao entrevistado e à entrevistadora.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Acabei de conhecer seu blog através do blog do Christian..acessei o dele e vi que havia uma entrevista aqui. Então conferi também para saber um pouco mais sobre o autor de Escritos Lisérgicos...
    Eu trocava idéias com ele tempos atrás mas de uns tempos para cá parece que isso acabou um pouco. Ele sempre foi de visitar meu blog assim, subitamente, com longos comentários que eu adorava responder...sempre apreciei o blog dele e sua forma escrita: me surpreendo até hoje com a habilidade dele..o dom pode-se dizer. E ele é uma pessoa de opinião sólida e irredutivel...e ele realmente não é de mimimis....rs.
    Mas ainda admiro o cara e sendo um autor jovem já com vários livros nas costas....de onde ele arranja tempo para vtal é um mistério que gostaria de desvendar kkkkk. Quem sabe se eu descobrir a fórmula também consiga dar continuidade ao meu livro! o/
    Enfim..adorei a entrevista e também adorei seu blog..gostaria de trocar idéias contigo, se possível.
    abs!

    ResponderExcluir
  26. Olá Tsu, bem vinda.
    O Chris é mesmo muito especial e com certeza ele um ótimo amigo.
    Obrigada pelo carinho, volte sempre.
    E torço para que continue seu projeto
    boa sorte.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  27. Oi amiga. Eu já havia visto algumas coisas a respeito desse autor mas fiquei muito impressionada com a forma direta com que ele escreve, li toda a entrevista e concordo com tudo o que ele falou, principalmente porque não tem medo de dizer tudo o que pensa. Eu sou sincera em dizer que tenho muita vontade as vezes de explodir em relação a essas editoras que só querem nosso dinheiro mas enfim, não tenho coragem suficiente para me expor e esse cara aí falou e disse tudo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  28. Oi Neivinha saudades amiga linda.
    O Chris é mesmo bem corajoso e sabe o quer e tem que ser assim mesmo ou lutamos ou nada conseguiremos.
    Bjos lindona.

    ResponderExcluir
  29. Ahtange, tudo bem?
    Primeira vez em teu blog, venho lá do blog do Chris.

    Interessantíssima a entrevista, tanto por parte de ti, a entrevistadora, pois um bom entrevistador faz as perguntas pertinentes aos leitores; e também por parte do entrevistado.

    Já conheço o trabalho do Chris do que é publicado em seu espaço virtual há alguns meses. Uma produção textual muito interessante e versátil.
    Aqui na entrevista ele demonstrou o mesmo realismo e inteligência que emprega nos textos, e o quanto discorre sobre a essência das coisas, como nesta frase:
    "...muitos escritores para poucos leitores."

    Além do que, ao dar oportunidade da entrevista ao Chris, você Ahtange, também disponibilizou a oportunidade ao leitor de ter alguns esclarecimentos que ele colocou com sua experiência, sobre o mercado editorial.

    Abração aos dois!

    ResponderExcluir
  30. Ahtange,
    recém postei um comentário, no entanto não apareceu mensagem de moderação, qualquer coisa em contrário me avise, tá bom?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. Olá Cecília, seja muito bem vinda.
    Obrigada pelo carinho linda espero ter o prazer de tê-la aqui mais vezes. O Chris é muito inteligente, centrado e tem uma ousadia invejável eu o admiro muito. E temos que nos unir e dar força ao outro, para que possamos a uma só voz conscientizar as pessoas que o autor nacional é tão bom ou melhor que muitos estrangeiros.
    Abraços querida.

    ResponderExcluir
  32. Acabei de conhecer o blogue do Christian e cheguei ao seu pela indicação da entrevista, embarcada nessa teia que é a blogosfera. Até o momento, tudo o que li gostei muito e quero parabenizá-la por oferecer seu espaço para a divulgação dos jovens autores nacionais. Boa semana!

    ResponderExcluir
  33. Oi Luma, seja bem vinda querida.
    Fico muito feliz que esteja gostando, volte sempre terei prazer em recebê-la.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  34. Olá Ahtange,

    Adorei a entrevista, Christian é uma pessoa muito querida e merecedora dessa homenagem!

    Gostei muito do seu espaço...

    Saudações

    ResponderExcluir
  35. Oi Athange
    Eu conheço o Chris desde que comecei o meu blog, o considero muito, é um parceiro e amigo, concordo com todos os adjetivos que vc mencionou. Vc está de parabéns, eu adorei a entrevista, adorei saber mais sobre esse "menino prodígio enigmático" kkkkkkkk. Já estou te seguindo.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  36. Oi Lu seja muito bem vinda querida.
    Obrigada pelo carinho, ele é mesmo um fofo não é? Eu sou fã.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  37. Sucesso ao Cristian e parabéns a vc pela divulgação e incentivo a literatura nacional :)
    "De livros encham-se as casas
    Eis um conselho excelente
    Pois um livro aberto em asas
    Põe asas n´alma da gente"

    ResponderExcluir
  38. Oi Tina seja muito bem vinda, obrigada pelo carinho.
    "De livros encham-se as casas
    Eis um conselho excelente
    Pois um livro aberto em asas
    Põe asas n´alma da gente"
    Lindo amei isso.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  39. Obg!
    Feliz que gostou e que de livros encham-se as casas.
    Aparece lá no meu blog que vc será mto bem vinda tb ;]
    Bjos!
    http://blogdtina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Oi Ahtange
    Fiquei muito curiosa para ler 11 noites insone, ainda mais com o desfecho que comentou...super curiosa!
    Parabéns ao autor!

    beijos

    ResponderExcluir
  41. É um ótimo livro amiga, tem tudo para ser uma estória como qualquer outra e vc até prevê e se engana totalmente.
    Eu recomendo.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  42. Boa noite Ahtange,
    Não poderia ficar sem comentar este post. Conheço o Christian há pouco tempo, fui até seu blog através de outro blog da amiga Lu (Centelha Luminosa). Ele foi muito receptivo e dali surgiu uma amizade. Ele é uma pessoa educada, sem meias palavras, como gosto de dizer ele é um espírito evoluído. Claro que sou sua fã, tenho uma grande admiração pela pessoa e hoje pelo autor. Adoro sua maneira de escrever e ver o mundo como realmente ele é. Adquiri há pouco tempo o livro 11 NOITES INSONE e gostei muito do que li, seu conteúdo me prendeu do começo ao fim, Não sou uma pessoa capacitada em fazer uma critica sobre o livro, mas o que tenho a dizer como leitora é que o livro é interessante, misterioso e uma leitura muito gostosa. Claro que sou suspeita em dizer que o livro é bom, mas tenho certeza que quem o ler vai tirar suas próprias conclusões e não vai ser diferente da minha. Estou ansiosa pelos próximos livros, um já faz parte da minha biblioteca e o melhor de tudo é que conheço o autor.
    Parabéns a você pela iniciativa em divulgar literaturas nacionais, pela entrevista inteligente e parabéns ao Christian pelas respostas que encantaram e surpreendeu-me por saber das obras que estão por vir.
    Parabéns pelo blog. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  43. Olá Verinha, é um prazer ter você aqui que bom que você veio. Bem falar do Chris é muito fácil e difícil, simples, mas complicado... Entendeu né? kkkk Ele é um fofo e o admiro muito. O livro é surpreendente e assim como vc estou louca para que ele nos permita ler os outros.
    Bjos querida.

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.