Valorizando o Nacional

                                                               Olá mi amores, estive um tempinho fora do ar, é que meu trabalho toma todo meu tempo, não estou reclamando do trabalho, amo o que faço rss. Porém tem sobrado pouco tempo para escrever e atualizar o blog, espero que entendam e naveguem aqui em posts antigos e não deixem de me visitar. Hoje trago mais um nacional sensacional. Espero que gostem da minha dica.
                                                 Adriana Vargas de Aguiar e Maria Clara
Alguém disse que essa imagem é um poema e  é de fato. Adriana mulher linda de coração enorme e uma força incrível, eu a admiro como ser humano e conhecê-la foi incrível. Te amo Dri. Não sou lá muito boa de resenha, por isso não faço, tão  somente conto como o livro me tocou. Então vamos lá.

Logo no início me deparo com um poema maravilhoso de ninguém menos que Vinícius de Moraes, havia começado a ler naquela semana, e no dia 06 de setembro como toda primeira sexta-feira do mês, reunião na ACADEMIA DE LETRAS DE PAÇO DO LUMIAR na qual sou membro fundador, eu li esse poema e o dediquei ao meu CLANDESTINO AMOR,
Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só como os veleiros nos portos silenciosos
Mas eu te possuirei mais que ninguém porque poderei partir
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas
 
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.
Foi uma emoção indescritível eu sabia que ele estava me ouvindo e sentindo cada palavra minha, foi sublime.

Bem, O voo da estirpe é o melhor livro que li até aqui, ele me tocou de forma estranha, eu sentia na personagem meus sentimentos e anseios, minhas descobertas foram muitas acerca de mim num personagem, até que ponto fictício? Até que ponto ficção se mistura a realidade? O fato é que Clarice assim como Clarice Lispector tão bem me descreve....
Leia aqui: http://romancesindeleveis.blogspot.com.br/2012/07/a-modo-e-eu.html
Eu apresentando o livro e lendo o poema que dediquei a minha mais recente paixão.

Bom, como eu já previa é um livro de tirar o fôlego, eu ansiava por ele, já tendo lido o primeiro volume, esperava por ele com desespero, e o que não imaginava é que compraria das mãos da autora na Bienal do Rio.
No estande da Modo depois de ter chorado litros rsss

Eu estou enrolando.... Eu sei, está difícil encontrar  as palavras certas para definir como este livro me tocou, no primeiro volume chorei horrores ao descobrir a doença de Klaus e como tudo aconteceu. Fiquei muito tempo aguardando a continuação da história, então me deparo com Enzo, tudo que sonhei para mim, mas ele é um jovem esquizofrênico, isso mesmo, em contato com uma Clarice completamente desajustada vivendo um amor do passado, vivendo no passado, nossa como me encontrei neste enredo tão maravilhosamente construído a cada página te envolve de uma maneira absurda.
" Eu sou o nada e ninguém.  Sou a única pessoa do mundo que vive do que passou em um coma, sem identidade, sem família, sem planos. Tudo que senti foi em vão. Eu não sei em quem acreditar e para onde ir." ( pág 97)
Então a grande surpresa, Klaus existiu apenas no sonho de Clarice, porém real demais para ser esquecido ou superado, tampouco deixado para trás, então Clarice começa uma luta consigo mesma para reencontrar seu amor, vivido nos sonhos durante um maldito coma. 
" O tempo passa sem dar  a oportunidade de prendê-lo entre meus dedos... Estou vivendo uma vertigem, um devaneio que não sai da prisão que construí dentro de mim. -nego-me a esquecer".( pág 159)
Assim vive Clarice um amor forte demais para ser esquecido. A autora consegue arranhar os sentimentos com palavras tão fortes de sentimentos tão pungentes que chega a assustar. Então Clarice vive um dilema de difícil escolha. Ela tem um encontro marcado. O problema é...
Como reencontrá-lo? Mas como Clarice não é um ser humano normal, sua luta dar-se em voltar ao passado para resgatar seu amor ou ficar no presente e viver uma história linda que se desenha em seu presente e atende por Enzo, o exemplar mais perfeito que já vi em matéria de homem fictício rsss( Não! Não é exagero rss) Enzo é tudo de perfeito. É uma história surpreendente pelo tema que a autora aborda, experiência quase morte é um tema difícil e não é aceito por muita gente, porém a quem defenda, eu sou curiosa e amei a leitura. Sem dúvida Adriana Vargas sobe mais uns dez pontos no meu conceito.
Convido a você fazer essa viagem atravesse também o Túnel do tempo e descubra suas respostas.
Eu indico esta leitura.
Bjos!

6 comentários :

  1. Oi.

    Ah que lindo, quero muito ler os livros da Dri, até hoje só li Vozes, mas tenho certeza que logo vou ler os demais.
    Parabéns pelo post.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Vais amar amiga, te prepara para Clarice ela é um paradoxo.Adriana Vargas é tudo.
    Bjinhos e obrigadinha pela visita sua linda.

    ResponderExcluir
  3. Jesus Cristinho amada!
    Quase morri, isso porque se diz não expert em algo que nem todos sabem - resenhar - peloamordedeus...

    Amore, linda resenha! Obrigada por tudo, pelo amor, pelo carinho, pela atenção, pelo elo já de alguns anos, antes mesmo de publicarmos nossos filhotes. Obrigada por tudo, de coração. Te amo!
    Beijos,
    Adriana

    ResponderExcluir
  4. Bom se vc não é boa com resenhas... perante tudo o que li aqui, eu te peço continue achando que não é rsrs, Eu só li o segredo de eva da adriana, e estou muito ansiosa para ler os outros livros dela, porém como vc, me falta tempo, e confesso dinheiro tbm, pois faço questão de comprar todos os livros que resenho.
    É a minha primeira visita por aqui, e já te garanto, a primeira de muitas.
    Bjs
    Viviane Silva
    www.entreserenaoser.com.br

    ResponderExcluir
  5. Minha querida Adriana Vargas, quando eu, em minhas noites insones de sonhos navegando num mundo ainda desconhecido e assustador para mim, encontrei vc e suas palavras que falavam tanto etão forte em mim, passei a beber sempre que podia daquela fonte e sonhava um dia chegar a tão lindamente rabiscar meus pensamentos. Tempos depois como por um milagre você entra em minha vida e muda tudo. E mo ano, e no ano seguinte... Te conheço, foi demais... Amo você minha diva.

    ResponderExcluir
  6. Querida Viviane, obrigada pela visita e pelo carinho. Espero que venha sim, tereu enorme prazer em sua visita.
    Bjos!

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.