Valorizando o Nacional

Olá meus queridos, mais uma vez aqui para dividir com vocês mais uma descoberta e trazer um nacional muito bacana. Desta vez falo de uma autora mega simpática, eu a conhecia do face, mas tive o prazer de conhecê-la na Bienal do Rio, trocamos nossos livros e solidificamos uma amizade.
Bem vamos conhecer um pouco mais sobre ela e sua obra.
Mallerey Cálgara
https://www.facebook.com/mallerey.calgara?fref=ts

A entrevista:

Olá Mallerey Cálgara, gostaria de conhecê-la um pouco mais. 
1-Diga-nos quem é a Mallerey Cálgara?


É muito difícil falar sobre  nos mesmo, mas vou tentar. Sou mãe coruja da Nanda - a luz dos meus olhos – para quem dedico todos os meus livros. Uma pessoa emotiva, que chora fácil, que ri fácil, e que é apaixonada pelos meus anjos de quatro patas -  meus mestres, minha vida - sem os quais, não saberia viver. Sou na maior parte do tempo, alegre, brincalhona, adoro fazer trocadilhos. Gosto de ver filmes, seriados e principalmente anime.

2- Como tem sido a devolutiva dos leitores?

Quando se escreve algo e diversas pessoas vão ler, é difícil saber a reação que irão ter, o que chega a causar certa insegurança. Mas graças a Deus, eu tenho lido muitos comentários positivos sobre o Anjo Negro e agora, sobre O segredo da Caveira de cristal, meu recente lançamento. Confesso que alguns chegaram a me surpreender. A aceitação tem sido excelente, posso dizer até melhor do que eu esperava, para uma escritora nacional e pouco conhecida. Só tenho a agradecer aos amigos, leitores e blogueiros, que têm me acompanhado essa jornada árdua, apoiando e divulgando o meu trabalho.

3- Anjo Negro tem uma narrativa bem dinâmica, e é uma história fantástica, o que te inspirou para a criação?

Anjo Negro foi o segundo livro que escrevi. Sempre tive certa afinidade por anjos e lendo sobre eles decidi que deveria escrever um livro. Queria algo diferente, então fiz muita pesquisa sobre o tema e acrescentei uma pitada de mitologia grega, que também adoro.


4-Que outras fontes você bebeu para  criar os cenários no decorrer da história?

Pesquisei em mitologias e religiões sobre alguns conceitos de céu, inferno, limbo... E fiz uma pequena salada mista acrescentando a minha imaginação.


5- No final da história principalmente, o leitor é levado a repensar suas escolhas durante a vida. Você acredita na vida além-morte?
      Acredito fielmente, senão, onde entraria a justiça divina nesta história? Não seria justo para uma criança que nasceu com paralisia cerebral viver uma vida vegetativa sem ter tido a chance de mostrar do que seria capaz e simplesmente acaba tudo com a morte. O porquê de muitos nascerem com tão pouco, enquanto outros desfrutam de tudo, do bom e do melhor. Qual seria o objetivo de se ter tanta desigualdade? Nenhum?

6- Quando você descreve o cenário do vale dos suicidas o limbo e o covil do diabo, cara arrepia e é possível imaginar cada lugar pela forma detalhada que você descreve.  E na luta de Darian com o cão Cérbero me lembrou muito a mitologia Grega, você bebeu nessas fontes Gregas?

Nestas partes da história inseri sim sobre mitologia Grega. Não quis me prender apenas no que as religiões pregam. Citei também o barco de Caronte, a travessia no limbo e alguns conceitos do inferno que havia lido na Divina Comédia.


7- Você descreve muito bem a questão dos espíritos, anjos decaídos. Eu fiquei pensando muito sobre isso, de ter espíritos por perto. Você realmente acredita que esses  seres têm livre acesso a nossas vidas?

Sim... Acredito que estamos sempre rodeados tanto de espíritos ruins quanto bons, que atraímos para perto de nós, espíritos que compartilham dos mesmos sentimentos e o modo como levamos a vida.

8-Na dedicatória do meu exemplar você escreveu: “a vida é feita de escolhas, e as escolhas fazem nosso destino”. Você já precisou fazer escolhas que mudaram por completo tua vida?

O tempo todo em nossa vida fazemos escolhas, consciente ou inconscientemente, desde que abrimos os olhos até dormimos novamente. Escolhemos se vamos levantar ou então, qual roupa vestir, se seremos atingidos por pensamentos negativos ou ações... Já tive que fazer várias escolhas, das quais algumas não foram fáceis e nem aceitáveis, mas foram importantes para continuar com o curso da vida.


9-Darian precisou fazer uma escolha que mudou não só o curso da sua vida como a de outra pessoa. O que te fez traçar para ele esse destino, uma vez que você podia salvá-lo?
   Quando crio um personagem estabeleço uma tabela para cada um, com comportamentos, características físicas e pessoais. Eu queria deixar o Darian mais próximo de ser humano do que anjo, afinal ele ainda tinha muito chão para percorrer até ser considerado um anjo. E gosto de deixar meus personagens livres, para tomarem decisões e fazerem suas escolhas, justamente para não ir contra ao livre arbítrio que tanto preguei no livro. Eu não julguei ou culpei ou condenei o Darian, foi a sua consciência que fez isso, de acordo com tudo que ele vivenciou no caminho, então eu não poderia ajudá-lo em nada, se essa era a decisão dele.

      Adorei responder as perguntas. Muito obrigada pelo carinho e apoio, minha Diva! Fique com Deus!
      Que legal né? E ai gostaram? Espero que sim, agora vamos a obra e minha impressões da leitura.  Aqui algo muito bacana autógrafo da autora e dedicatória adorooooooo!


Alessanderson,  meu bisneto agora meu parceiro de leitura e atual modelo, pois Serafina já não quer mais ler nem pousar kkkk...

" Houve então uma batalha no céu: Miguel e seus anjos guerrearam contra o Dragão. O dragão batalhou, juntamente com seus anjos, mas foi derrotado, e não encontrou mais lugar para eles no  no céu". ( Apocalipse, 2:7)
Bem, esta é uma história sobre anjos, mais precisamente de um Neefilin, o fruto do amor de um anjo com um humano.
Bridget, um anjo que se apaixona por um humano Alan, e com ele tem um filho Darian, passa viver entre os humanos como um deles e sem poder voltar a ser anjo, este é seu castigo, contudo sua alma vive atormentada, ela ouve vozes e ver coisas, sua maior aflição é Pazuzu que vive ameaçando em levar a alma de Darian, por ele ser filho de um anjo caído o que o faz peça chave para a luta entre o bem e o mal, uma vez que Darian tem livre passagem entre os dois mundos. Atormentada ela comete o maior erro de sua vida, suicida-se  e sua alma é mandada para o vale dos suicidas. Darian cresce e se descobre um anjo negro então tudo começa, uma longa jornada de aprendizado e descobertas. Em meio ao turbilhão que se torna sua vida ele recebe uma proposta, dez mil almas em troca da alma de sua mãe... Nesta altura ele já conheceu Hadji seu anjo da guarda que o seguirá por toda parte. Entre sentimentos contraditórios Darian precisa fazer uma escolha e como disse a autora
 " Avida é feita de escolhas, e as escolhas fazem nosso destino". 
E quando nossas escolhas interferem no destino de outras pessoas principalmente se é o amor de nossa vida? Temos o direito de o fazer sem pensar no que vai causar a outra pessoa a nossa escolha?
Neste emaranhado de sentimentos conflitantes a autora nos convida a um mergulho profundo na paz e leveza do céu e a dor e tormento do inferno. Fiquei arrepiada ao sentir cheiros e até texturas, a autora descreve de forma incrível os lugares e nos convida a um passeio pela Mitologia Grega que particularmente adoro.
Então Darian precisa fazer uma escolha que mudará o curso da sua existência e de outras pessoas.
_ Bem vindo Darian!  Ao seu lugar de descanso final.
Levantei minha cabeça vagarosamente ao ouvir essas palavras que me causaram arrepios na alma. (pág 204).

Você acredita em anjos? Sabia que neste exato momento pode ter alguém te vigiando? Pois é, eu fiquei com medinho de algumas coisas ( risos) Quer saber quais? Te convido a descobrir nas asas de   ANJO NEGRO.
FAÇA SUA ESCOLHA, EU ESCOLHI CONHECER ESTA INCRÍVEL HISTÓRIA E ADOREI.
BJINHOS DOCES E ATÉ A PRÓXIMA ESCOLHA.

5 comentários :

  1. Adorei a resenha e respondera entrevista.

    Muito obrigada pelo carinho e apoio!!

    Que Deus abençoe o seu sucesso!!

    Bjusssss

    ResponderExcluir
  2. Oi linda, foi um prazer querida espero ler o outro em breve.
    Bjos lindinha.

    ResponderExcluir
  3. Puxa. Fazia um tempo que nao passava por aqui e preciso dizer que AMEI o layout! Amei o post tambem, vamoz valorizar a literatura nacional!
    Beijos

    Dani
    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Incentivo a Literatura Nacional - A gente vê aqui :D

    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Poetisa

    A nossa querida amiga Cris Henriques
    por motivo de estar hospitalizada,encontra-se ausente das suas actualizações em seu espaço pessoal e no R.O a qual faz parte da grade de autores.

    Por tal motivo,para manter o calendário em dias,foi publicado uma das suas obras a qual, nele quando foi publicado por ela,tem um comentário teu a qual tomamos a liberdade de inseri-lo na mesma postagem porem no endereço do R.O.

    Desde já gratos por tua gentil compreenssão e sinta-te convidada a visitar nosso espaço,prestigiando nossos autores e dando também uma força a nossa querida Cris.

    Nossos melhores cumprimentos.

    ResponderExcluir

Olá, este é um sonho estou lutando muito para torná-lo uma realidade. Dê sua opinião, critique de forma construtiva.
Obrigada, um abraço indelével.
Carinhosamente Ahtange.